SAMU salva vidas, ajude a salvar o SAMU!

Assine em defesa do SAMU!

O projeto privatista da gestão Doria/Covas é um crime contra a população de São Paulo. Essa gestão corta o orçamento, privatiza serviços e precariza o trabalho dos servidores públicos. E o SAMU é um dos serviços atacados!

Desde fevereiro, o vereador Celso Giannazi tem denunciado o desmonte do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que resultou no fechamento de 31 bases; na redução do funcionamento das bases que restaram de 24h para 12hs; no corte do número de ambulâncias de 122 para 61 e no corte do número de socorristas.

Ao longo desses 6 meses, Giannazi realizou diversas diligências às bases e flagrou condições degradantes de trabalho, falta de equipamentos e dos materiais essenciais para a higienização e proteção tanto dos servidores, como dos socorridos pelo SAMU.

Diante desse cenário desolador e do risco de morte para os paulistanos, o vereador denunciou esse absurdo na Comissão de Saúde; acionou o Ministério Público para denunciar o desmonte criminoso de Covas; apresentou a CPI do SAMU e o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 16/2019, que revoga de maneira imediata a Portaria 190/2019. Além disso, criou um canal de denúncia online com abaixo-assinado.

Lutar em defesa do SAMU, é lutar em defesa da vida e pelo respeito e garantia à Saúde. Seguiremos na Câmara e nas ruas denunciando o projeto privatista da gestão Doria/Covas e defendendo os serviços e os servidores públicos. Vamos salvar o SAMU!